Fundação Municipal de Esportes

Tijucas - SC

Telefone: (48) 3263-5086
E-mail:

Olimpíada Tijuquense 2020
De 4 de fevereiro a 21 de fevereiro de 2020

Regulamento

XVII OLIMPÍADAS TIJUQUENSE

REGULAMENTO GERALl

OBJETIVOS

Art. 1º. A Administração Municipal de Tijucas considerando o esporte como um dos elementos básicos no alcance da formação integral do homem, considerando a prática esportiva como um dos elementos viabilizadores do lazer e considerando a expressiva participação da comunidade no esporte, resolve baixar a seguinte regulamentação para a OLIMPÍADA TIJUQUENSE:

Art. 2º. A OLIMPÍADA TIJUQUENSE têm como objetivos:

·         Desenvolver o intercambio esportivo entre os bairros de Tijucas;

·         Proporcionar boas relações entre dirigentes, técnicos e atletas;

·         Estabelecer inter-relações entre desportistas e o Poder Público;

·         Exaltar a prática desportiva como instrumento imprescindível para a formação da personalidade;

·         Incentivar o surgimento de novos valores esportivos.

Da Organização

Art.3º. Constituirão poderes da Olimpíada Tijuquense:

·         Comissão de Honra

·         Comissão Central Organizadora

·         Conselho Disciplinar

Da Comissão de Honra

Art.4º. A Comissão de Honra está assim constituída:

      - Prefeito Municipal de Tijucas

      - Superintendente da Fundação Municipal de Esportes

      - Secretários Municipais

Da Comissão Central Organizadora

Art.5º. Caberá ao Coordenador Geral, designar os membros da Secretaria Geral e auxiliar na composição da Comissão Central Organizadora.

Da Comissão Disciplinar

Art.6º. A Comissão Disciplinar atuará conforme as regras deste regulamento e as orientações do Código de Justiça Desportiva de Santa Catarina.

Da Secretária Geral

Art.7º. Compete a Secretária Geral:

a) Elaborar a agenda das atividades e reuniões;

b) Controlar a documentação de inscrição e registro;

c) Redigir ofícios, atas, informações e orientações.

Da Coordenação Administrativa

Art.8º. Orientar e supervisionar os trabalhos das comissões nos locais de competições.

Da Coordenação Técnica

Art.9º. Compete a Coordenação Técnica:

a)      Elaborar os programas e tabelas de jogos e competições;

b)      Vistoriar e designar os locais de competições;

Da Coordenação de Modalidade

Art.10º. Compete a Coordenação de modalidade:

·         Assessoria a Coordenação Técnica

·         Coordenar as competições

·         Observar o trabalho técnico dos Árbitros.

Da Arbitragem

Art.11º. É de competência do árbitro:

a)      Decidir se as equipes estão ou não em condições de participar da competição, considerando-se as regras da modalidade.

b)     Considerar se as equipes estão ou não uniformizadas. Caso o árbitro considere uma equipe sem condições, deverá impedi-la de participar da competição, dando-lhe 15 minutos (na primeira partida somente) de tolerância para se apresentar devidamente em condição.

c)      O árbitro é a única autoridade competente para decidir, interpretar e por motivo relevante ou de força maior, a interrupção ou suspensão da partida ou prova.

d)     Não caberá qualquer recurso da decisão do árbitro, com referência ao uniforme (exceto quando se tratar de patrocinados por políticos), que devem relatados em sumula para avaliação dos membros organizadores.

Da Comissão de Apoio Militar e Segurança

Art.12º. Compete:

a)      Policiamento regular nos locais de competições, dentro da possibilidade.

Do Cerimonial de Abertura

Art.13º. O Cerimonial de Abertura da Olimpíada Tijuquense será realizado no Ginásio de Esportes João Bayer Filho, sendo obrigatória a participação de todos os bairros participantes, com seis representantes.

 

Art.14º. O Cerimonial de Abertura constará dos seguintes atos:

Concentração das Delegações

Desfile de Abertura

Entrada da Tocha Olímpica e acendimento da Pira

Juramento do Atleta

Declaração de Abertura Oficial

Par. Único- As comunidades receberão pontos pela participação no Desfile de Abertura:

06 Representantes- 06 pontos (pontuação máxima)

05 Representantes - 05 pontos e assim sucessivamente até 01 representante.

AUSENCIA: perda de cinco (5) pontos na competição.

DA IDENTIFICAÇÃO

Art.15º. Os atletas e comissão técnica, somente estarão aptos para participarem do jogo ou prova, após a apresentação de um documento com foto: RG, CNH ou outro.

Par.1º. Caso não apresente um destes documentos, o atleta e ou comissão técnica estarão impossibilitados de participar do jogo/ ou prova, caracterizando WO.

Par.2º. Em caso de WO, os atletas serão suspensos por 90 (noventa) dias de todos os eventos promovidos pela FME. Caso o atleta seja reincidente, a pena será em dobro.

Par.3º. Todos os atletas e comissão técnica presentes deverão estar relacionados em súmula, após o início do jogo ou prova não será permitido a participação do atleta ou membro da comissão técnica que chegar atrasado.

DA PARTICIPAÇÃO

Art.16º. Poderão participar equipes representativas dos bairros do Município de Tijucas. O atleta terá direito a participação somente após a inscrição com os seguintes documentos: CPF, RG, Comprovante de Residência atual e Título de Eleitor com data de transferência até 31 de janeiro de 2020.

Obs.: Cada bairro poderá inscrever somente uma equipe nas modalidades, salvo nas modalidades de ciclismo, natação, atletismo e travessia de caiaque.

Art. 17º. Cada atleta poderá participar de 02 (duas) modalidades coletivas e de no máximo 03 (três) provas individuais. Para o bairro poder participar, terá que inscrever-se, no mínino, em três modalidades.

Art. 18º. Os atletas participantes poderão ter vínculos profissionais no Esporte.

Par. 1º. Os membros da comissão técnica não precisam ser residentes do bairro.

Par. 2º. Os bairros de Oliveira, Campo Novo e Terra Nova, serão considerados uma única equipe.

Par. 3º. O bairro de Santa Luzia poderá utilizar atletas residentes nas ruas Sebastião Coelho, Manoel Irineu da Silva e João Régis Neto, que pertencem ao mesmo bairro, porém localizado no município de Porto Belo.

Par. 4º. Os bairros que não efetuar a inscrição para participar da Olimpíada Tijuquense, os atletas do referido bairro estarão automaticamente impossibilitados de participar da disputa da mesma por outro bairro, salvo conforme próximo parágrafo.

Par. 5º. Os bairros Oliveira, Itinga, Timbé, Pernambuco, Morretes, Santa Luzia e Sul do Rio se tiverem dificuldade de montar equipes nas modalidades de Futsal (masculino e Feminino), Vôlei de quadra (masculino e Feminino), vôlei de areia (masculino e feminino) e Futebol Suíço Master, poderão inscrever atletas dos bairros Centro, Universitário, 15 de Novembro, Praça, Areias, Joáia e Nova Descoberta, desde que liberados pelo coordenador do bairro de origem dos referidos atletas, em documento modelo expedido pela FME. O número máximo será de quatro (04) atletas por modalidade.

A)     Os atletas só poderão participar nas modalidades especificadas acima.

B)     Os atletas só poderão participar por um bairro.

C)      O Bairro que não confirmar sua participação estará impedido de liberar atletas para disputar a competição.

DOS PARTICIPANTES

Art. 19º. Poderão participar dos jogos, todas as pessoas residentes e moradoras no município de Tijucas em seu respectivo bairro, votantes no município de Tijucas e nascidos até 2006. Para as modalidades de bares, apenas maiores de 18 anos poderão ser inscritos. Não estar cumprindo punição administrativa pela Fundação Municipal de Esportes até na data de inscrição de atletas.

Art. 20º. A inscrição será feita através de ficha própria ou de forma on line, pela internet, ambas fornecidas pela FME. Cada comunidade poderá inscrever apenas uma equipe por modalidade, exceto a Travessia de Caiaque, onde poderão participar 02 atletas por prova.

Nas modalidades de Ciclismo, Natação e Atletismo cada comunidade poderá inscrever 03 (três) atletas por prova.

Par. 1º - Após o prazo para primeira inscrição de atletas e modalidades estabelecida pela FME, será aberta nova data para inscrição de atletas para as modalidades coletivas: voleibol, suíço máster e futsal.

a)      Liberação das fichas para inscrição dos bairros: 27/11/2019

b)      Prazo para inscrição de atletas e modalidades: 17/01/2020

c)      Congresso Técnico: 28/01/2020

DAS MODALIDADES

Art. 21º. Constarão dos jogos as seguintes modalidades:

FUTSAL

VOLEIBOL

FUTEBOL SUÍÇO MASTER

BOCHA

CANASTRA

DOMINÓ

TÊNIS DE MESA

100 METROS (livre).  

800 METROS (MASTER).  

1500 METROS (LIVRE).

SALTO EM ALTURA

SALTO EM DISTANCIA

CICLISMO (livre)

SINUCA

VÔLEI AREIA

TRAVESSIA DE CAIAQUE (livre)

NATAÇÃO (livre)

FUTEVÔLEI

DO CONGRESSO TÉCNICO

Art. 22º. O Congresso Técnico da Olimpíada Tijuquense será realizado em local a ser definido, com a seguinte ordem do dia:

-Homologação das inscrições

-Avisos gerais.

DAS FORMAS DE DISPUTA

Art. 23º. Os sistemas de disputa serão de acordo com o número de equipes inscritas por modalidade, observando-se o período disponível para a sua realização.

Parágrafo Único – Só serão realizadas as modalidades que tiverem o mínimo de 03 (três) equipes inscritas.

Par. 1º - Nas seguintes modalidades serão utilizados os critérios de cabeça de chave, em relação a XVI Olimpíada: Futebol Suíço Master, Futsal, Vôlei de Dupla e Voleibol.

CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO E PONTUAÇÃO

Art. 24º. A homologação dos Campeões será por modalidade esportiva.

No final de cada modalidade, serão computados os pontos por equipe para apuração geral. O critério de pontuação utilizado será a seguinte:

A)     Para as modalidades individuais (Tênis de mesa, Ciclismo, Atletismo, Natação, Caiaque)

1º lugar: 13 pontos

2º lugar: 08 pontos

3º lugar: 05 pontos

4º lugar: 03 pontos

5º lugar: 02 pontos

A partir do 6º lugar: 01 ponto.

B)     Para as modalidades coletivas (Bocha, Canastra, Domino, Futebol suíço máster, Futsal, Sinuca, Vôlei areia, Voleibol e futevôlei).

1º lugar: 18 pontos

2º lugar: 13 pontos

3º lugar: 10 pontos

4º lugar: 06 pontos

5º lugar: 04 pontos

A partir do 6º lugar: 02 ponto.

Par. 1º - Será considerada vencedora da Olimpíada Tijuquense a comunidade que obtiver o maior número de pontos nas modalidades esportivas a serem disputadas.

Par. 2º - Em caso de empate, será vencedora a comunidade que obtiver o maior número de 1ºs lugares e, assim, sucessivamente até o 5º lugar.

Par. 3º - Quando não houver possibilidade de computar os pontos de alguma modalidade que não tenha terminado, por qualquer motivo, dentro do período restrito aos jogos, ela não será levada em consideração para efeito de apuração.

Par. 4º - Em caso de WO, a equipe perderá 02 (dois) pontos na classificação geral.

Par. 5º - Será considerado WO quando acontecer confronto direto entre os bairros e a partida não puder ser realizada devido a falta do mesmo.

DA PREMIAÇÃO

Art. 25º. Será distribuída da seguinte forma:

a)      Medalhas para todos os atletas que conquistarem as 3 (três) primeiras colocações nas respectivas modalidades;

b)      Troféu para a equipe campeã em cada modalidade;

c)      Troféu geral definitivo.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DO ADIAMENTO, DA INTERRUPÇÃO, SUSPENSÃO E AUSÊNCIA DA PARTIDA.

Art. 26º. Qualquer partida/prova, em virtude de mau tempo ou por motivo de força maior, poderá ser adiada pelos organizadores, desde que o faça até 03 (três) horas antes do horário previsto para seu início.

Par. 1º: Findo o prazo previsto no caput deste artigo, somente aos árbitros caberá a decisão sobre o adiamento da partida, devendo relatar em súmula as razões de sua decisão.

Par. 2º: Decidido o adiamento, deverão ser informados os árbitros e os bairros participantes.

Art. 27º. Adiada uma partida, caberá aos organizadores designar outra data.

Art. 28º. O árbitro é a única autoridade competente para decidir, por motivo relevante ou de força maior, a interrupção ou suspensão da partida.

Par. 1º: Além do que está previsto no art. 26, uma partida só será interrompida pelos seguintes motivos:

a)      Falta de segurança;

b)      Conflito ou distúrbio grave;

c)      Mau estado do campo.

Par. 2º: Interrompida a partida, o árbitro aguardará, quando possível, até 30 (trinta) minutos pela cessação da causa, para decidir sobre sua sequência ou suspensão.

Par. 3º: Interrompida a partida pelos itens A ou B, do par. 1º, a equipe culpada pelos incidentes, se no momento da partida for perdedora, este placar será mantido independente de quantos minutos de jogo aconteceu a paralisação.

Par. 4º: Interrompida a partida pelos itens A ou B, do par.1º, a equipe culpada pelos incidentes, se no momento da partida for vencedora, será dado o placar mínimo de vitória para a equipe que não deu causa para a interrupção.

Par. 5º: Se durante toda a competição, em qualquer jogo ou prova houver problemas com torcedores ou simpatizantes que causarem interrupções em qualquer modalidade o bairro será punido com perda de 13 pontos, desde que relatado pelos árbitros ou coordenadores.

Art.29º. Caso a partida seja suspensa por qualquer motivo previsto no artigo anterior, e se não houver penalidade de perda dos pontos, será ela novamente realizada, salvo se a suspensão se deu nos últimos quinze (15) minutos finais, caso em que será considerada encerrada, mantendo-se o escorro prevalecente no momento da suspensão.

Art.30º. Só poderá participar, quando for o caso de nova partida, o atleta que tinha condições de jogo na data da partida, desde que não tenha sido expulso, na partida suspensa anulada.

Par. Único. Para efeitos disciplinares, serão considerados o cartão amarelo (advertência) e o cartão vermelho (expulsão) aplicadas em partidas suspensas ou anuladas.

Art.31º. Os atletas, técnicos e dirigentes inscritos que participam da Olimpíada Tijuquense serão considerados conhecedores das Leis Esportivas, das Regras e Regulamentos assim se submeterão sem reserva alguma a todas as consequências que deles possam emanar.

Art.32º. Todas as equipes deverão comparecer aos jogos devidamente uniformizados, ou de acordo com a modalidade, preferencialmente com as camisetas doadas pela Fundação Municipal de Esportes.

Par. 1º. Nas modalidades de Atletismo, Bocha, Canastra, Dominó, Sinuca e Tênis de Mesa, os atletas são obrigados usar a camisa de identificação do bairro, doada pela FME no referido ano.

Par. 2º. É de competência exclusiva do árbitro a observância da uniformização das equipes. Não estando de acordo com o padrão exigido a equipe ou o atleta não poderá participar da referida disputa, e cuja decisão não caberá recurso.

Par. 3º. O uso de caneleiras será obrigatório nas modalidades de futsal e futebol suíço.

Art.33º. Todas as equipes terão uma tolerância de 15 minutos sobre o horário marcado para as partidas ou provas. No entanto, esta tolerância valerá apenas para a primeira partida ou prova.

Art.34º. A equipe que não comparecer ao jogo (WO) estará automaticamente desclassificado dos jogos na modalidade/naipe e perderá 02 pontos na classificação geral e os atletas envolvidos terão penalidades com 90 dias de punição de todas as competição da FME.

Parágrafo Único- Todos os jogos realizados por esta equipe tornar-se-ão sem efeito, não sendo computados pontos para as equipes adversárias.

Art.35º. São competentes para apontar irregularidades e apresentar relatórios: Os árbitros, Delegados, representantes legais da organizadora do evento (FME).

Art.36º. A constatação de qualquer irregularidade possibilitará à Comissão Central Organizadora através de um Ato Administrativo, tomar as devidas providências.

Art.37º. O cumprimento da suspensão automática é de responsabilidade exclusiva de cada equipe, independente de comunicação oficial.

Art.38º. Os Atletas expulsos nos jogos coletivos estarão automaticamente afastados da próxima partida, e se necessário serão julgados pela Comissão Disciplinar. O mesmo processo será feito também para os atletas de outras modalidades.

Par. 1º. Qualquer atleta, dirigente ou Bairro que ingressar com recursos ou ações na justiça desportiva ou comum, antes de esgotar todos os meios de recursos perante a Fundação Municipal de esportes, será suspenso automaticamente pelo prazo de 01(um) ano com multa de 01(um) salário mínimo.

Par. 2º. A taxa para recorrer das punições aplicadas pala FME e/ou Comissão Disciplinar, perante a Junta de Recursos, será de dois (02) salários mínimos, com o deposito deste valor na conta da FME, acompanhando do pedido de recurso.

Art.39º. O Atleta, dirigente ou membro da comissão técnica que agredir fisicamente qualquer participante das Olimpíadas, (Atleta, Dirigente, membro da comissão técnica, Arbitro ou representante da Fundação Municipal de Esporte), estará suspenso automaticamente por 365 DIAS DOS EVENTOS PROMOVIDOS PELA FUNDAÇÃO MUNIPAL DE ESPORTES, além de multa de dois (dois) salários mínimos, a ser pago em espécie ou em depósito bancário na conta 363-3, agência 1795, operação 006, na Caixa Econômica Federal, em nome da FME, até 48 horas após o ocorrido. Esse valor será repassado às instituições de caridades do município.

Par. 1º. O Atleta, dirigente, técnico e qualquer pessoa que estiver representando o bairro, estarão nesta condição durante toda a realização da Olimpíada, respondendo pelo seu comportamento dentro ou fora da competição, quando o seu bairro estiver jogando ou não, basta ser relatado por qualquer agente da organização, árbitros, auxiliares ou representantes da Fundação Municipal de Esportes.

Par. 2º. O Bairro que protestar por gestos, palavras ou qualquer outra ação contra a organização do evento, será levado a julgamento pela Comissão Disciplinar.

Par. 3º. Fica expressamente proibida qualquer manifestação política partidária pelos Bairros participantes, seja com adesivos, camisetas, bandeiras, santinhos ou qualquer outro meio, inclusive as torcidas não poderão usar deste artifício, sob pena de perda de pontos na classificação geral do seu Bairro. Os casos serão avaliados pela comissão Disciplinar da FME.

Artº.40º. Os protestos deverão ser feitos por escrito, anexando à documentação, e encaminhado à Comissão Central Organizadora, até às 12 horas do dia útil seguinte.

Par. 1º- Será cobrada uma taxa de 01(um) Salário Mínimo que deverá ser encaminhada à FME juntamente com o protesto. No caso de ganho de causa, o valor será devolvido.

Par. 2º- A equipe que sofrer qualquer impugnação será notificada pela FME, que estipulará prazo e hora para o julgamento do protesto.

Par. 3º - Quando ocorrer protesto em relação ao local de residência do atleta ou com relação ao título de eleitor, o mesmo deverá apresentar prova do local onde reside e título eleitoral do atleta questionado.

Par. 4º - Se o protesto com relação ao domicilio for procedente, a equipe infratora perderá 13 pontos na classificação geral, o atleta irregular será suspenso automaticamente por 365 dias juntamente com o presidente do bairro responsável pela inscrição do atleta, e os pontos nas provas por ele pontuados serão desconsiderados. Se o caso for modalidade coletiva ou em dupla, só será alterado o resultado da última partida e será concedido placar mínimo a equipe adversária.

Art.41º. O atleta que assinar por dois bairros, será automaticamente eliminado da competição e sofrerá a punição de 180 (cento e oitenta) dias de todas as competições da organizadas pela FME.

Art.42º. A questão de domicilio será de acordo com seis leis municipais referentes à divisão dos Bairros.

Art.43º. É de responsabilidade dos bairros participantes acompanharem os jogos.

Art.44º. A FME, bem como as entidades que sediarão os jogos não se responsabiliza por acidentes a atletas ou danos a terceiros, antes, durante e após a realização dos mesmos.

Art.45º. Casos omissos a este regulamento serão resolvidos pela FME e/ou Comissão Disciplinares e Junta de Recursos se for o caso.

REGULAMENTO TÉCNICO

Os jogos e provas da Olimpíada Tijuquense serão realizados de acordo com as Regras Oficiais Internacionais, adotadas pelas Confederações Brasileiras, pelo que dispuser o Regulamento Geral e pela orientação expedida pela Comissão Central Organizadora.

Os casos omissos serão resolvidos pela FME e com a Comissão Disciplinar.

1 – ATLETISMO

1.1 – 100 metros rasos

1.2- Será disputado nos naipes masculino e feminino.

1.3 – A modalidade será disputada na categoria livre

1.4 - Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

2.1 – 1.500 metros

2.2 - Será disputado nos naipes masculino e feminino.

2.3 - A modalidade será disputada na categoria livre

2.4 - Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

3.1 – 800 metros

3.2 - Será disputado nos naipes masculino e feminino.

3.3 - A modalidade será disputada na categoria máster 1982

3.4 - Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

4.1- Salto em distância

4.2- Será disputado nos naipes masculino e feminino.

4.3- Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

4.4- A modalidade será disputada nas categorias livre.

5.1- Salto em altura

4.2- Será disputado nos naipes masculino e feminino.

4.3- Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

4.4- A modalidade será disputada nas categorias livre.

2- BOCHA VALE TUDO

Cada equipe poderá escrever 1 dupla no masculino e 1 no misto.

01- Masculino: 02(dois) jogadores titulares e 01 (um) reserva.

02- Misto: 02(dois) jogadores titulares e 02(dois) reservas, sendo um de cada sexo. (Pode ser formada dupla de seguinte forma: 1 atleta de cada sexo ou 2 atletas do sexo feminino).

03-  As canchas serão marcadas de maneira perfeitamente visível a fim de determinar as seguintes áreas:

1ª Área: distante 60(sessenta) centímetros da cabeceira. O bolim não poderá atingir esta área ao ser jogado para dar inicio a uma nova jogada. 

2ª Área: distante 04(metros) da cabeceira da cancha. Dentro da área de conservar-se com os pés o jogador que vai fazer qualquer jogada.

3ª Área: esta área demarcará o meio de cancha. Dentro desta área, até a risca da área na parte oposta da cancha deverá ficar o bolim para iniciar a jogada.

04- O inicio far-se-á através do sorteio da bola pelo juiz.

05- O jogador ao jogar o bolim e não jogá-lo na zona estabelecida poderá jogar novamente e se voltar a cometer o erro, o mesmo perderá uma bola e o bolim passará para o adversário.

06- Todas as infrações previstas neste regulamento serão punidas com a perda de uma bola.

07-Ao jogar, o jogador deverá se encontrar totalmente dentro da respectiva área de jogo.

08-As equipes poderão efetuar quantas substituições quiserem durante o jogo.

09-O jogo será disputado em uma partida de 24 (vinte e quatro) pontos na fase classificatória e melhor de 3 da fase de mata-mata .

Vitória – 02 Pontos                                                                Derrota – 00 Ponto

CRITÉRIO DE DESEMPATE

a) Entre duas equipes: será decidido por confronto direto;

b) Persistindo ou quando envolver três ou mais equipes:

b-1) A decisão será por saldo de pontos;

b-2) Mantendo-se empatados, a decisão será pelo maior numero de pontos marcados.

3-CANASTRA

Cada Comunidade poderá inscrever até 01 dupla no masculino e 01 no misto.

01 - Masculino: 02(dois) jogadores titulares e 01 (um) reserva.

02 - Misto: 02(dois) jogadores titulares e 02 (dois) reservas, sendo um de cada sexo. (Pode ser formada dupla de seguinte forma: 1 (um) atleta de cada sexo ou 2 (dois) atletas do sexo feminino).

03 - Serão distribuídas 11 cartas para cada jogador;

04 - A distribuição das cartas do jogo será feita por quem tiver a carta de maior valor.

05 – O baralho deve ser embaralhado pelo mão na jogada anterior.

06 – A primeira carta a ser distribuída será a do jogador que será mão.

07 – O jogo será decidido em uma única partida de 4000 (quatro mil) pontos ou mais.

08 – Os jogos serão disputados com dois mortos.

8.1 – Será permitido fazer trincas somente das cartas AZ.

09 – Para pegar o morto pode-se bater com descarte e sem canastra.

10 – Cada dupla poderá pegar apenas um morto.

11 – Para o bate final é necessário ter pelo menos uma canastra Real ou suja.

12 – A dupla perderá 100 pontos referentes ao morto nos seguintes casos:

12.1 – Não ter conseguido pegar o morto;

12.2 – Já ter pegado, mas não tenha tido oportunidade de descartar;

13 – A equipe não será penalizada se terminar as cartas de comprar, e terminará o jogo.

14 – O jogador que ficar com uma só carta, ou seja, “Pica-pau”, não poderá comprar as cartas da mesa.

15 – A canastra para que possa ser considerada limpa, deve estar com todas as cartas colocadas em suas legítimas posições.

16 – O atleta quando fizer o descarte deverá comunicar em tom audível o lugar da mesma.

17 – O jogador deverá manter as cartas sobre a mesa ou na mão.

18 – Quando terminarem as cartas de comprar, o jogo será encerrado pela dupla adversária.

Vitória – 02 pontos

Derrota – 00 ponto.

PENALIDADES

21 – Após a metade do jogo, ou seja, 2000 (dois mil) pontos,a dupla somente poderá baixar o jogo com 75 pontos em cartas.

22 – Em caso de haver irregularidade no item acima, a dupla deverá recolher o jogo, sofrendo as seguintes penalidades:

22.1 – Baixar o jogo com 95 pontos em cartas.

23 – Em caso de reincidência deverá baixar o jogo com 120 (cento e vinte) pontos.

24 – O jogador que mostrar uma ou mais cartas ao seu adversário ou companheiro, voluntária ou involuntariamente, perderá 50 (cinquenta) pontos.

25 – Nenhum dos jogadores poderá pedir uma carta, comentar ou incentivar uma jogada.

26 – Os pontos provenientes de penalidades terão de ser debitados da equipe infratora.

27 – O coringa somente poderá ser utilizado uma vez no jogo, fora de sua posição real.

28 – No caso de uma equipe não fazer canastra, e a outra equipe bater o jogo, a dupla perdedora será penalizada com 300 pontos.

29 – Durante o jogo não poderá haver substituição de atleta, só de um jogo para outro.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE

a) entre duas equipes: confronto direto na fase ou etapa em que ocorreu o empate.

b) entre três ou mais equipes;

b.1) saldo de pontos;

b.2) sorteio.

4-CICLISMO

01- Será disputado nos naipes masculino e feminino.

02- Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

03- A prova será realizada na ADEC.

Percurso Masculino: 11 km

Percurso Feminino: 4 km

5- DOMINÓ

Cada Comunidade poderá inscrever até 01 dupla no masculino e 01 no misto.

01-Masculino: 02(dois) jogadores titulares e 01(um) reserva.

02-Misto: 02 (dois) jogadores titulares 02 reservas, sendo um de cada sexo. (Poderá ser formada a dupla da seguinte forma: 1 atleta de cada sexo ou 2 atletas do sexo feminino).

03-A disputa será em 1 partida de 300 pontos.

04-Para início da primeira partida, as pedras serão embaralhadas pelo fiscal, cabendo a saída a quem tiver o doble seis. Nas demais partidas, as pedras serão embaralhadas pelo jogador que foi o saidor na partida anterior, sendo este o último a comprar, cabendo a saída ao jogador localizado à direita.

05-As pedras deverão ficar obrigatoriamente dispostas na mesa em uma única fileira.

06-O jogador que tocar em qualquer pedra, deverá jogá-la, salvo se não servir em nenhuma das pontas, o que será comprovado pelo fiscal.

07- Joga-se com qualquer número de dobles, ou pedras no mesmo naipe.

08-Verificando-se empate na contagem de pontos, proveniente de uma fecha, seja obrigatório ou não, perderá a dupla que fechou.

Vitória-02 pontos

Derrota-00 ponto

09- O número de pontos do vencedor, para efeitos de classificação, será de 300 ou mais pontos.

PENALIDADES:

10-Não poderá haver conversa durante o jogo entre os parceiros.

11-Ameaçar jogar uma pedra e não jogar, perderá 10pontos.

12-Passar com pedras na mão, perderá a dupla 40pontos e a jogada será anulada.

13- Cometer gato voluntária ou involuntariamente, durante a jogada, perderá a dupla 40 pontos e a jogada será anulada.

14- Atitudes, gestos ou sinais que caracterizem vantagens, e comprovados pelo fiscal, perda de 50 pontos e se houver reincidência a dupla será eliminada.

15-Mostrar ou derrubar pedra(s), a dupla será penalizada com a perda de 10 pontos.

16-Sair, sem ser sua vez, perderá a dupla10 pontos e a jogada será anulada.

17-Todos os pontos provenientes de penalidades terão que ser descontados da equipe infratora.

18-Durante o jogo não poderá haver substituição de atleta, só de um jogo para outro.

19-A equipe terá tempo máximo de 1 (um)minuto para jogar a pedra, caso ultrapasse este tempo na 1ª vez será advertida pelo fiscal, e pela 2ªvez em diante perderá 10 pontos.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE

a) Entre duas equipes: confronto direto na fase ou etapa em que ocorreu o empate.

b) Três ou mais equipes:

b.1- saldo de pontos;

b.2- persistindo o empate, o sorteio definirá a classificação.

6-FUTSAL MASCULINO E FEMININO

01- A modalidade será realizada de acordo com as Regras Internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Futsal e pelo que dispuser este Regulamento.

02- Poderão ser inscritos até 15 jogadores.

03- Idade mínima 14 anos.

04- Os jogos de futsal masculino, serão disputados em 02 tempos de 20 minutos, com 05 minutos de intervalo (O cronômetro só é parado quando o técnico solicita o tempo, solicitação do árbitro e no último minuto de cada tempo).

A) Para os jogos de futsal feminino, jogos serão disputados em 02 tempos de 15 minutos, com 05 minutos de intervalo (O cronômetro só é parado quando o técnico solicita o tempo, solicitação do árbitro e no último minuto de cada tempo).

05- A classificação das equipes será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

Vitória: 03 pontos

Empate: 01 ponto

Derrota: 00 ponto.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE

Ocorrendo empate nos pontos ganhos, empregarão os seguintes critérios:

a) Entre duas equipes:

·         Confronto direto já realizado entre si no grupo em que ocorreu o empate.

b) Entre três ou mais equipes ou persistindo:

1º Maior número de vitórias;

2º Menor número de gols sofridos;

3º Maior número de gols marcados;

4º Sorteio a ser realizado na sede da FME, em dia e horário a ser determinado pela mesma.

Obs.: Ocorrendo empate no final de um jogo em que seja necessário apontar um vencedor será adotado o seguinte critério.

a) Cobrança de uma série de três tiros da marca penal, cobrados alternadamente por 3 atletas que tenham encerrado o 2º tempo do jogo.

b) Persistindo o empate serão cobrados alternadamente quantos tiros forem necessários, todos os atletas que estiverem na quadra de jogo podem cobrar as penalidades, devendo somente ser igualados o número de cobradores de acordo com a equipe que tiver menos atletas.

PUNIÇÕES

Atleta punido durante as competições com:

Cartão vermelho – um cartão: ficará suspenso automaticamente por um jogo;

Cartão amarelo – três cartões: suspenso automaticamente por um jogo.

7-FUTEBOL SUÍÇO

01 – A modalidade de Futebol Suíço Sênior será disputada de acordo com as Regras Oficiais de Futebol de Campo e no que dispuser este regulamento.

02 – Poderá participar do Futebol Suíço Sênior os atletas nascidos até 1982.

03 – O número de substituições será livre, sem necessidade de paralisar-se o jogo.

04 – O atleta substituído pode retornar ao campo para participar da partida.

05 – Poderão se inscritos até 15 jogadores.

06 – As equipes serão integradas por 06 (seis) jogadores, sendo um deles o goleiro.

07 – O tempo de jogo será de 02 tempos de 20 minutos, com 5 minutos de intervalo.

08 – Exceção à penalidade máxima e escanteio, os tiros livres serão indiretos.

09 – Poderão ser utilizadas pelos atletas apenas chuteiras de futebol suíço ou tênis.

10 – A cobrança da penalidade máxima será livre, ou seja, o atleta que for executar a mesma poderá deslocar-se livremente.

PUNIÇÕES

12- Dependendo da gravidade da infração, o árbitro utilizará o cartão de acordo com as especificações abaixo:

Cartão vermelho – expulsão, o atleta ficará suspenso automaticamente por um jogo;

Cartão amarelo – três cartões: suspenso automaticamente por um jogo.

13- O jogador que receber cartão vermelho estará suspenso automaticamente por uma partida e dependendo do relatório do árbitro, poderá ser suspenso automaticamente do evento.

14- Não haverá impedimento.

15- O número mínimo de atletas para iniciar ou prosseguir uma partida será de 04 atletas.

16- A classificação das equipes será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

Vitória – 03 pontos

Empate – 01 ponto

Derrota – 00 ponto.

Obs.: Em caso de WO, além dos três pontos ganhos, para efeito de contagem, será conferido o placar de 1 x O em todas partidas( já realizadas ou a realizar), independente do placar do jogo já realizado, a equipe faltosa estará automaticamente eliminada da competição.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE

17- Ocorrendo empate nos pontos ganhos, empregar-se-á os seguintes critérios:

a) Entre duas equipes:

·         Confronto direto já realizado entre si no grupo em que ocorreu o empate.

b) Entre mais equipes ou persistindo:

1º Maior número de vitórias;

2º Melhor saldo de gols;

3º Maior número de gols marcados;

4º Sorteio a ser realizado na sede da FME, em dia e horário a ser determinado pela mesma.

18- Ocorrendo empate em jogo que necessite apontar um vencedor, adotar-se-ão os seguintes critérios:

a) Cobrança de uma série de três tiros da marca penal, cobrados alternadamente por 3 atletas que tenham encerrado o 2º tempo do jogo.

b) Persistindo o empate serão cobrados alternadamente quantos tiros forem necessários por atletas diferentes que tenham terminado o 2º tempo de jogo, até que seja apontado o vencedor. Após os 07 ou menos atletas terem cobrado pênaltis poderão voltar a fazer a cobrança caso seja necessário, só podem cobrar pênaltis os atletas que terminaram o 2º tempo de jogo.

8-TÊNIS DE MESA

01 – Será disputado nos naipes masculino e feminino individualmente.

02 – Cada comunidade poderá inscrever 02 (dois) atletas (titular e reserva) em cada naipe.

03 – Na etapa classificatória os jogos serão disputados na melhor de 03 (três) sets até 11 (onze) pontos. No caso de empate em 10 ou mais pontos, o vencedor será o que fizer dois pontos consecutivos primeiro.

Nas etapas semifinal e final o número de sets passa para 05 (cinco) sets até 11 (onze) pontos. No caso de empate em 10 pontos, o vencedor será o que fizer dois pontos consecutivos primeiro.

04 – O 1º saque será do atleta que ganhar o sorteio.

Cada atleta tem direito a 02 (dois) saques, mudando sempre quando a soma dos pontos seja 02 (dois) ou seus múltiplos. No set seguinte inverte o 1º saque.

05 – Para efeito de classificação das equipes, será atribuída a seguinte pontuação:

Vitória – 02 pontos

Derrota – 00 ponto.

06 – Em caso de empate na contagem de pontos, para efeito de classificação, em qualquer dos turnos, será adotado o seguinte critério:

a) Entre duas equipes: será decidido pelo confronto direto já realizado;

b) Entre três ou mais equipes:

b.1) A decisão será obtida pelo saldo de sets;

b.2) Persistindo o empate, a decisão será obtida pelo saldo de pontos;

b.3) Sorteio.

08-Durante o jogo não poderá haver substituição de atleta, só de um jogo para o outro.

9-VOLEIBOL

01- A modalidade será realizada de acordo com as Regras Internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Voleibol e pelo que dispuser este Regulamento.

02- Poderão ser inscritos até 15 jogadores.

03- A classificação será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

Vitória: 2x0= 03 Pontos                  Vitória: 2x1=02 Pontos

Derrota: 2x1= 01 Ponto                    Derrota: 2x0=00 Ponto.

04- As partidas serão disputadas em melhor de 02 (dois) sete vencedores, até 25 pontos. Havendo necessidade do 3º set, este será disputado até 15 pontos sem vantagem.

05- O atleta, técnico, assistente-técnico ou dirigente desqualificado pelo árbitro estará automaticamente suspenso por uma partida, independente da punição que lhe poderá ser imposta pelo Conselho Disciplinar.

06- O aquecimento dos atletas não poderá de forma alguma contribuir para o atraso do jogo. As equipes deverão se aquecer com antecedência fora da quadra.

07- Ocorrendo empate na classificação, em turno ou grupo, empregar-se aos seguintes critérios:

a)      Entre duas equipes:

             Confronto direto já realizado entre si no grupo em que ocorreu o empate.

b)      Entre três ou mais equipes:

Set average

Pontos average

Persistindo o empate a decisão será por sorteio

10- SINUCA

1-A competição será em duplas e terá um reserva, cada bairro poderá inscrever 1 equipe.

2-Os jogos serão disputados na melhor de 3 partidas.

3-Na saída as bolas serão colocadas de forma triangular (5,4,3,2 e 1 bola) de um lado e o bolão do lado oposto da mesa. O jogo será disputado pelas bolas pares e ímpares, ficando a bola de nº 1 como 1º castigo.

4- Para iniciar a partida será feito um sorteio para ver quem faz a tacada inicial, a 1ª bola que cair ficará com o tacador, se cair uma bola ímpar e uma par o tacador fará a escolha da bola e perderá a vez.

5- Na saída caso caia o balão na caçapa ou fora da mesa, não haverá punição, apenas o jogador que iniciou (estourada) perderá a vez e o bolão retornará ao ponto de origem.

6-Ao jogar o atleta não poderá apoiar qualquer parte do corpo sobre qualquer bola da mesa. Punição: paga uma bola.

7- Caso cair alguma bola fora da mesa, as mesmas serão colocadas no meio da tabela que caiu (tabela entre as caçapas).

8-Jogador que bater/marcar bolas do adversário sem antes bater a sua, pagará uma bola.

9-Numa jogada normal, em que o jogador bater a sua bola e consequentemente cair uma bola adversária na caçapa, o mesmo perde vez.

10-Se ao tentar sair da sinuca, o jogador não conseguir sair da mesma pagará uma bola.

11-Estando em sinuca, o jogador não poderá fazer saltar o bolão sobre a bola adversária.

Punição: paga uma bola.

12- Não será permitida a sinuca suja, que será comprovado pelo Juiz da partida. Punição: paga uma bola e o bolão volta a posição inicial da partida. Para não ser caracterizando sinuca suja, o bolão deverá percorrer no mínimo 20 cm, até bater na bola jogada.

13- Em qualquer jogada que resultar a queda do bolão na caçapa ou fora da mesa, paga-se uma bola.

14- Numa jogada em que resultar na queda de sua bola e consequentemente também a queda do bolão, terá como punição: o bolão retornará à sua posição inicial da partida e, o jogador, além de perder a vez de jogar, pagará uma bola.

15- A jogada em que o jogador da vez quiser tirar vantagem tocando na bola do adversário e concluindo com a que da de sua bola, terá como punição: retorno de sua bola à mesa colocando-a no meio da tabela mais próxima da caçapa em que caiu, tabela esta que melhor convier ao adversário, e ainda pagará uma bola.

Obs.: A 1ª punição o jogador deverá pegar a bola nº 1, as demais punições será retirada a bola em ordem crescente.

16- O atleta terá um tempo máximo de 2 minutos, para efetuar a tacada, caso este tempo tenha se esgotado o atleta perderá a tacada e será retirada a bola de numeração mais baixa do adversário.

Para efeito de classificação das equipes, será atribuída a seguinte pontuação:

Vitória – 02 pontos

Derrota – 00 ponto.

Parágrafo Único: Substituições: Poderá ser realizada 1 substituição de atleta durante o jogo, somente nos intervalos de uma partida para a outra.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE:

a) Entre duas equipes: confronto direto.

b) Entre três ou mais equipes:

1º Saldo de partidas

2º Novo jogo com melhor de três partidas entre os empatados.

11-VÔLEI DE AREIA

01- A modalidade será realizada de acordo com as Regras Internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Vôlei de Praia (Areia ou Duplas) e pelo que dispuser este Regulamento.

02- Poderão ser inscritos até 04 jogadores.

03- A classificação será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

Vitória: 2 x 0 = 03 pontos                   Vitória: 2 x 1 = 02 pontos

Derrota: 2 x 1 = 01 ponto                   Derrota: 2 x 0 = 00 ponto

04- As partidas serão disputadas em melhor de 02 (dois) sets vencedores, até 21 pontos. Havendo necessidade do 3º set, este será disputado até 15 pontos sem vantagem.

05- O atleta, técnico, assistente-técnico ou dirigente desqualificado pelo árbitro estará automaticamente suspenso por uma partida, independente da punição que lhe poderá ser imposta pelo Conselho Disciplinar.

06- O aquecimento dos atletas não poderá contribuir para o atraso do jogo.

07- Ocorrendo empate na classificação, no turno, empregar-se á os seguintes critérios:

a) Entre duas equipes:

·         Confronto direto já realizado entre si no grupo em que ocorreu o empate.

b) Entre três ou mais equipes:

·         Set average (set pro dividido pelo set contra);

·         Pontos average (pontos pro, divididos pelos pontos contra);

·         Persistindo o empate a decisão será por sorteio.

08- Durante o set poderá haver uma substituição de atleta.

09- O atleta só terá condições de jogo se estiver com a camisa do bairro em que está inscrito.

10 – Serão considerados 15 minutos de tolerância para o início da primeira partida descrita na tabela do torneio. As demais seguem conforme horários previstos.

12 – TRAVESSIA DE CAIAQUE

01- Será disputado nos naipes masculino e feminino. A prova consiste de uma travessia realizada no RIO TIJUCAS, onde cada equipe irá receber o caiaque e o remo da FME. O atleta poderá usar seu equipamento, desde que seja no mesmo padrão fornecido pela FME. Será obrigatório o uso de colete salva-vidas. Todos os caiaques terão que ser idênticos.

Percurso Masculino: Aproximadamente 2km, saída na Praça do Pescador,  dando a volta no ponto de marcação que será marcada pela FME. Voltando até a Praça do Pescador.

Percurso Feminino: Aproximadamente 1km, saída na Praça do Pescador,  dando a volta no ponto de marcação que será marcada pela FME. Voltando até a Praça do Pescador.

02- Cada comunidade poderá inscrever 02 equipes na prova e 04 (quatro) atletas, somente 02 (dois) participarão da prova.

13- NATAÇÃO

01- Será disputado no naipe masculino e feminino.

02- Cada comunidade poderá inscrever até 03 atletas na prova.

03- A prova será de 50 m livres.

04- Serão pontuados todos os participantes que completarem a prova.

05- Caso ocorra empate entre os 5 melhores colocados na classificação, será realizado mais uma prova entre os empatados.

14- FUTEVÔLEI

A modalidade será realizada de acordo com as Regras Internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Futevôlei e pelo que dispuser este Regulamento.

Poderão ser inscritos até 03 jogadores.

A classificação será por pontos ganhos, adotando-se o seguinte critério:

Vitória: 2 x 0= 03 Pontos

Vitória: 2 x 1 = 02 Pontos

Derrota: 1 x 2=  01 Ponto

Derrota: 0 x 2 = 00.

As partidas serão disputadas em melhor de 02 (dois) sets vencedores, até 18 (dezoito) pontos. Havendo necessidade do 3º set, este será disputado até 12 (doze) pontos sem vantagem. Vence a dupla que obtiver primeiro 2 (dois) pontos de vantagem.

O atleta ou técnico, desqualificado pelo árbitro estará automaticamente suspenso por uma partida.

         O aquecimento dos atletas não poderá contribuir para o atraso do jogo.

Ocorrendo empate na classificação, no turno, empregar-se-á os seguintes critérios:

a)      Entre duas equipes:

·         Confronto direto já realizado entre si no grupo em que ocorreu o empate.

b)      Entre três ou mais equipes.

·         Set average ( set pro dividido pelos set contra)

·         Pontos average (pontos pró dividido pelos pontos contra)

·             Persistindo o empate a decisão será por sorteio.

© 2021 - Fundação Municipal de Esportes de Tijucas - Todos os direitos reservados